Notícias

O CEO da Lindoya Verão, Cesar Dib, faz um retrospecto das inovações da empresa e anuncia planos futuros, em termos de embalagens e de marca

lindoya1

Uma das primeiras águas minerais comercializadas no País, a Lindoya Verão completa 65 anos de história em 2016. Criada em 1951 na Estância Hidromineral de Lindóia, na Serra da Mantiqueira, a empresa, que antes era conhecida apenas como Lindoya, foi responsável por algumas importantes inovações em embalagens. Entre elas, a empresa introduziu o copo plástico para água no mercado brasileiro e foi a primeira marca de águas a utilizar a tampa esportiva. Agora, a Lindoya Verão apresenta a garrafa mais leve do mercado brasileiro, com capacidade de 510 mililitros.

Nesta entrevista, Cesar Dib, CEO da empresa, faz um retrospecto das inovações introduzidas no segmento pela marca e antecipa alguns projetos que tem em pauta.

A empresa sempre se caracterizou pela inovação em termos de lançamentos de apresentações. Quais foram as principais inovações nesse período?

Com o advento do plástico, na década de 1970, lançamos a primeira água em copo do mercado brasileiro, após ampla pesquisa realizada na época pela Itap nos bares de São Paulo. Naquela época, os pontos de consumo não tinham muita higiene. As pessoas tinham um pouco de receio de consumir naqueles copos de vidro que ficavam em banho-maria, junto com xícaras de café em bares e padarias. A Itap criou o sistema de água em copo e lançamos essa embalagem, que foi uma inovação e fez um sucesso muito grande. O copo passou a ser utilizado por outras marcas de água, por fabricantes de chás prontos e pelos iogurtes, onde estão firmes até hoje, e que antes não utilizavam esse tipo de embalagem. O ciclo do copo, entretanto, terminou no começo deste ano, pelo menos para água mineral. Fizemos uma releitura dessa embalagem e lançamos as garrafas de PET monodose, de 240 mililitros, ultraleves, para atender exatamente esses estabelecimentos comerciais e outros canais de venda de nossa carteira. O consumidor de hoje quer mobilidade, e o copo não oferece esse benefício. Ele tem problema de vedação, microfuros, pode estourar na bolsa ou na mochila. A garrafa tem a vantagem de ser retampável.  Lançamos também, no início da década de 1980, a primeira garrafa de 5 litros do Brasil, com alça, descartável. Fomos igualmente a empresa pioneira na utilização de tampas de rosca. Na época, o que existia era a tampa de batoque, difícil de abrir. Também lançamos a garrafa compactável de PET, em 1997, já mostrando que era possível facilitar o descarte, numa visão de sustentabilidade. Foi desenhada no birô da Sidel, na França, mas o mercado aqui ainda não estava preparado para isso. Nós nos antecipamos demais. O consumidor acabou não entendendo a inovação, e a garrafa saiu do mercado. O consumidor não tinha tanto interesse em sustentabilidade quanto hoje. Em 1994, lançamos a primeira garrafa sportcap do Brasil. A tampa ainda era importada. Era a mesma tampa que o Gatorade começou a usar, quando saiu do vidro e foi para o PET, envasado em hot fill. Pegamos o mesmo conceito e fizemos o lançamento simultâneo com o Gatorade. Em 2004 introduzimos a primeira água em embalagem com o conceito “kids” no mercado nacional, com rótulo divertido, dirigido a crianças. Essas foram algumas inovações importantes para o mercado. Apostamos inicialmente na garrafa light e agora estamos dando os primeiros passos do ultra light. Essa já é uma outra fase de amadurecimento do mercado.

A Lindoya Verão lançou recentemente Lindoya Verão Sense, apresentada como a água mineral com a garrafa mais leve do mercado brasileiro. Qual o peso da garrafa e como foi o desenvolvimento dessa embalagem?

Estamos saindo neste mês com Lindoya Verão Sense em garrafa de 510 mililitros com 9,7 gramas, que é a mais leve do mercado brasileiro. É uma garrafa ultraleve. A linha Sense é voltada ao consumo consciente. Estamos lançando também a garrafa de 240 mililitros monodose ultraleve, inspirada na natureza, com desenho do veio da folha. O projeto e o desenho técnico foram feitos no birô da Plastipack. A preforma é produzida por eles.

Veja a entrevista completa na edição de Março/2016 da revista EmbalagemMarca.

 

Fonte: EmbalagemMarca

informa exhibition 01 branco

  

 

 

Filiada à     

 ubrafe branco

                             

                             

                             Contato

                             Política de Privacidade

                             Mapa do Site

                             Login Diretório

                             Credenciamento

          

            

 

                              

  

Newsletter

Eu aceito receber comunicações da promotora e de parceiros.
Sim, li e concordo com a política de privacidade