Notícias

Indústria passa por intenso processo de adaptação para atender consumidores mais conscientes

Conceitos de saudabilidade dos alimentos, de cadeias de produção sustentáveis e de transparência de todo o processo produtivo, da plantação ao descarte de resíduos, são tendências para o mercado de alimentos em 2050, de acordo com dados apresentados Cristiana Ambiel, coordenadora de atividades técnicas do Instituto de Tecnologia Senai, durante a palestra “O que vamos comer em 2050”.

Para Ambiel, a democratização desse novo perfil de consumo, mais consciente, será acompanhada pela tecnologia e a transformação da indústria, que já passa por esse processo, visando atender às novas demandas.

“Esses conceitos ainda estão restritos a pequenos grupos, mas isso vai mudar. Temos desafios muito grandes até 2050, quando teremos que alimentar 9,6 milhões de pessoas produzindo produtos com menos impacto ambiental e que melhore a saúde humana”, explica.

A coordenadora explica que as premissas para 2050 é que exista uma busca por fontes alternativas e sustentáveis de alimentos, que esse processo mantenha o planeta saudável e seja democratizada a consciência do como a alimentação impacta na saúde do indivíduo e do meio.

No entanto, para atender esse cenário, uma verdadeira revolução deve acontecer na indústria e em toda a cadeia produtiva, porque os modelos existentes serão insustentáveis. Em meio a essa busca por atender um consumidor cada vez mais exigente com todas as etapas de produção, a indústria tem estudado novas fontes de alimentos, como é o caso das proteínas alternativas, que podem ser encontradas na cell based (carne feita em laboratório), insetos e até bactérias.

A próxima edição da FiSA acontece de 18 a 20 de agosto de 2020. 

                             

                             

                             Contato

                             Política de Privacidade

                             Mapa do Site

                             Login Diretório

                             Credenciamento

          

            

 

                              

  

Newsletter

Eu aceito receber comunicações da promotora e de parceiros.
Sim, li e concordo com a política de privacidade