Notícias

Previous Next

Consumo de lácteos

Não é de hoje que o hábito de consumo de produtos lácteos está mudando. Nos EUA por exemplo, as vendas de leite comum estão em declínio há anos, bem como a produção de iogurte. Mas, segundo dados da IRI (Information Resources Incorporatad), empresa de pesquisa de mercado americano, há um crescimento contínuo no consumo de queijos, manteiga, café e iogurtes prontos para beber e bebidas proteicas com produto lácteos. O que reforça o fato de que, embora os consumidores tenham demonstrado um grande interesse pelas bebidas vegetais (este mercado deve atingir US $ 16,3 bilhões este ano, de acordo com o estudo anual da Innova Market Insights sobre tendências alimentares), não abandonaram os produtos lácteos, apenas mudaram seus hábitos de consumo.

Aqui no Brasil, ainda é possível observar uma certa “vilanização” do leite, e a crescente oferta de produtos sem lactose foi em parte responsável por isso. A última pesquisa Datafolha de 2017 mostrou que 35% da popu­lação brasileira com mais de 16 anos relatam algum tipo de desconforto após o consumo de leite e seus derivados, mas não necessariamente possuem intolerância. Esses números mos­tram que o aumento no consumo de produtos sem lactose não é impulsionado apenas por quem tem real necessidade de consumi-los. Aqueles que estão em busca de alimentos que proporcionam melhor digestão, também contribuem para o aumento das vendas desses produtos. Ou seja, aqui também há uma mudança nos hábitos de consumo de lácteos.

Mas afinal, qual o papel do leite na alimentação?

Com uma composição rica em nutrientes e sais minerais (88% de água, 3,2g de proteínas, 3,4g de gorduras, 4,7g de lactose – em 100ml - e minerais como cálcio, magnésio, sódio, potássio, fósforo, cloro, ferro, cobre, zinco e selênio), o leite é um alimento muito importante em todas as fases da vida e seu consumo contribui significativamente com a ingestão diária de nutrientes essenciais ao organismo.

Fonte de proteínas de alta qualidade com fácil digestão e absorção, são importantes para a construção de tecidos, além de apresentarem uma atividade imunomoduladora e antioxidante, auxiliando no combate aos radicais livres e reforçando o sistema imunológico. Sabe-se que o consumo de uma dieta rica em proteínas, aliado a prática regular de atividade física, estimula a síntese de proteínas musculares, proporcionando o aumento de massa magra. Não por acaso, muitas bebidas láctes e iogurtes ultra proteicos vem sendo lançados no mercado.

Outro importante nutriente encontrado no leite é o cálcio, com alta biodisponibilidade (maior do que em outros alimentos), varia em torno de 35% em adultos e chegando a 85%  em recém nascidos. O cálcio é um dos principais componentes do tecido ósseo, mantendo sua estrutura e rigidez, é também necessário para a movimentação dos músculos (para que o sistema nervoso transmita mensagens do cérebro para diferentes partes do corpo), para a circulação sanguínea, e ainda, liberação de enzimas que influenciam quase todas as funções do organismo. A necessidade diária de cálcio se altera com a idade, variando de 200mg em recém nascidos, 1300mg em adolescentes e 1000mg em adultos.

Devido a qualidade dos seus nutrientes e comprovada importância para a saúde, diretrizes nutricionais de diferentes partes do mundo recomendam a ingestão diária de pelo menos três porções de leite e derivados.

Embora o consumidor busque constantemente uma variedade maior em sua alimentação, sempre ávidos por novos sabores, os lácteos ainda são bem vistos e ganham destaque pricipalmente nas refeições intermediárias, graças a versatilidade da categoria em criar snacks. Seja integral ou desnatado, iogurte ou bebida láctea, queijo ou manteiga, é fato que os lácteos fazem parte da alimentação dos brasileiros e os quesitos saúde e versatilidade, combinados ao sabor e conveniência, continuam ampliando a percepção de valor da categoria junto ao con­sumidor.

Por Jucilene Martines

Nutricionista Coordenadora de Novos Negócios na Equilibrium Latam

ubm white

  Conectando pessoas e o mercado global

 

UBM: uma das maiores empresas do mundo em mídia de negócios

Nos mais de 30 países onde realiza seus eventos, a UBM constrói relacionamentos duradouros com especialistas e players do mercado e gera oportunidades que alavancam e fomentam o desenvolvimento da indústria local em âmbito global. Ler Mais

 

Filiada à     

 ubrafe branco

                             

                             UBM Brazil

                             Contato

                             Política de Privacidade

                             Mapa do Site

                             Login Diretório

                             Credenciamento

          

            

 

                              

  

Newsletter

Eu aceito receber comunicações da promotora e de parceiros.
Sim, li e concordo com a política de privacidade