Notícias

Mais uma preocupação para setor e consumidor a crise da carne

Mais uma preocupação para setor e consumidor: a crise da carne

Por Luis Madi, Diretor Geral do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; Membro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS); Engenheiro de Alimentos pela Unicamp e Mestre em Embalagem de Alimentos pela Michigan State University (EUA).

Trabalhamos nestes últimos anos, em especial em 2015 e 2016, para apresentar ao consumidor brasileiro um local onde pudessem obter informação científica e tecnicamente comprovada sobre os alimentos processados (www.alimentosprocessados.com.br), onde o setor de proteína animal, em especial de carnes é fundamental, com produtos de excelente qualidade.

Aí aparece a Operação Carne Fraca e de forma “atrapalhada” cria uma desconfiança temporária desleal sobre este estratégico setor de suprimento de alimentos no Brasil e no exterior.

Estão querendo denegrir a imagem deste nosso setor que mantém os mais elevados padrões de qualidade a nível mundial. Surge, portanto, mais uma preocupação para a indústria de alimentos e bebidas e para o consumidor: a crise da carne.

A cadeia produtiva da carne é legítima onde todas as atividades passam por planejamento, manejo e controle do rebanho. Desde o antes até o depois da porteira. Temos presenciado produtores buscando a inovação, melhorando a capacidade de gerenciamento das fazendas, bem estar dos animais, investindo em ciência e tecnologia. Outros profissionais da área se aperfeiçoando através de treinamentos, análises de mercado, controle fitossanitário, rastreabilidade. Como sempre: o agro mantendo o Brasil e sempre contribuindo para o PIB. Nossa imagem não pode ficar ao relento.

Segundo texto do Engenheiro Agrônomo Márcio Ceccantini, durante dois anos de investigação, temos 21 fábricas autuadas sobre um total de 4.837 fábricas e frigoríficos no País e 33 fiscais de um total de onze mil. Se há um problema de corrupção, se houve problema político envolvendo algumas pessoas e fábricas, deveria ser tratado com rigor e punição de forma pontual e não generalizada.

Admiro muito o trabalho da ABIEC e ABPA em especial a pessoa do Ministro Turra, que durante anos batalhou para o estabelecimento de um sistema sério baseado na ciência e tecnologia dos alimentos no setor de carnes e derivados.

Somos contra qualquer ilegalidade no setor. Somos contra essas irregularidades e os envolvidos devem ser punidos. Mas é preciso relembrar que os corretos ainda são a maioria, que nosso setor tem representantes íntegros, desde a produção da carne até os processos de qualidade e fiscalização.
É hora do consumidor também analisar os fatos e buscar informação baseada na ciência e na tecnologia. O que todos nós queremos é ter um alimento seguro. Esse é o nosso trabalho e a nossa missão: Pesquisa, desenvolvimento, inovação, assistência tecnológica, capacitação e difusão do conhecimento técnico-científico para o agronegócio em benefício da sociedade. Vamos juntos, pois fazer isso acontecer só depende de nós.

Matéria exclusiva dispobilizada por Ital

                             

                             

                             Contato

                             Política de Privacidade

                             Mapa do Site

                             Login Diretório

                             Credenciamento

          

            

 

                              

  

Newsletter

Eu aceito receber comunicações da promotora e de parceiros.
Sim, li e concordo com a política de privacidade