multimídia

Previous Next

A era Plant Based

Dados da Nielsen e Plant Based Foods Association, revelam que as vendas de alternativas de carne à base de plantas cresceram 24% entre junho de 2017 e junho de 2018, totalizando US$ 670 milhões em vendas nos EUA. As vendas são o reflexo da busca contante dos consumidores de alternativas à carne. De acordo com das da pesquisa do Health Focus International, 17% dos consumidores dos EUA entre 15 e 70 anos de idade afirmam comer uma dieta prodominantemente baseada em vegetais, enquanto 60% relatam estar reduzindo os produtos à base de carne.

Este mercado não para de crescer e tem atraído também os grandes players do mercado, como a Nestlé, que anunciou recentemente que lançará em breve seu primeiro hambúrguer sem carne, chamado “Incredible Burguer”. O produto é feito de soja e proteína de trigo e fará parte da linha Garden Gourmet. A empresa estima que em dez anos, a receita da linha vegana atinja a soma de US$ 1 bilhão.

Essa movimentação, além de colocar a gigante suíça como opção para os vegetarianos, também visa competir mais intensamente com a multinacional Unilever, que em dezembro adquiriu a The Vegetarian Butcher, uma empresa holandesa de alternativas à carne. Os produtos da marca são feitos a partir da mistura de proteína de soja e trigo, e se destacou no mercado valorizando o conceito de “celan label”, priorizado por muitos consumidores. Além disso, a marca possui uma loja online e um restaurante, onde serve pratos baseados sem seus produtos.

É o efeito cauda longa no mercado vegetariano.

Fonte: Qnews.

informa exhibition 01 branco  

 

 

Filiada à     

 ubrafe branco

                             Contacto

                             Política de Privacidad

                             Mapa del Site

                             Registración

Newsletter

Acepto recibir comunicaciones del organizador y sus socios.
Sí, He leído y estoy de acuerdo con la política de privacidad